Albrecht Loops

Nasceu em 67. Autodidacta. Tem o Curso de Construção de Instrumentos Tradicionais Portugueses ministrado por Fernando Meireles (95/96).
Compositor de bandas sonoras para teatro, dança, performance, cinema e vídeo, trabalhou com Dato de Weerd, Paulo Lisboa, António Feio, Nuno Cardoso, Paulo Castro, José Wallenstein, Rui Nunes entre outros. Participa ao vivo como improvisador e performer. Gravou “Capítulo Primeiro” e “Oscilante”, com os Gabardine 12, e “Tails Out”, com os Deadly Gas. A solo gravou “Alkaline-low” / colectânea Way Out New Music From Portugal, “Cargo – 1ª parte: tensor” / colectânea Indiferença, e compilação de temas de bandas sonoras para Visões Úteis, editado conjuntamente com o livro comemorativo dos 5 anos da companhia. Em Junho 2002 lançou o CD intitulado “Coiso” gravado ao vivo no Teatro Nacional de S. João em Julho 2001.
Construtor de instrumentos alternativos.Explorador de sistemas interactivos entre dança e música
Autor, Coordenador, director artístico do Co-Lab, ciclo de música experimental/improvisada de 1999 a 2003.
Como técnico de som trabalhou  no Teatro Nacional S. João de 97 a 99, foi coordenador do departamento de som do Teatro Aveirense de Outubro de 2003 a Janeiro de 2005, Coordenador técnico do Teatro Municipal da Guarda de Fevereiro de 2005 a Julho de 2007, Técnico de A Moagem Cidade do Engenho e das Artes no Fundão de Novembro de 2007 a Dezembro de 2009. Desde 2009 é técnico freelancer. Toca regularmente com TwinTar, Ungala Coi, Srosh Ensemble, N.O.F.P., Cabelo, Zie Restolhos, entre outros.

Albrecht_Loops